A Samsung Electronics confirmou que começou um contrato para suprir uma fabricante chinesa de equipamentos de mineração de Bitcoin com semicondutores essenciais. A Samsung vem demonstrado interesse nesses semicondutores após assinar um contrato com a empresa russa de equipamentos mineração, Baikal.

SEMICONDUTORES ASIC

De acordo com a gigante, a empresa completou o processo de desenvolvimento de um semicontudor ASIC para a mineração de Bitcoin no ano passado, e já iniciou a produção em massa esse mês, de acordo com o portal de notícias coreano The Bell.

 

Um porta voz da empresa disse:

“Estamos no meio de um processo de fabricação para suprir uma companhia de mineração de dinheiro virtual na China.”

A Samsung iniciou a produção dos ASICs, que é um semicondutor em demanda desenvolvido para otimizar a mineração de Bitcoin. Minerar a criptomoeda se tornou altamente caro conforme o cálculo dos hashes no blockchain consome cada vez mais poder de computação. Para que a atividade seja lucrativa, equipamentos altamente eficientes e de alta velocidade são necessários. A mineração de Bitcoin em larga escala exige chips ASIC desenvolvidos especialmente para essas operações.

No início, mineradores usavam placas gráficas compostas de GPUs para a mineração. Ao inserirem diversas placas em uma mineradora, era possível aumentar a velocidade do processo, ao custo de eficiência. Desde 2013, a indústria da mineração mudou para o uso de mineradoras ASIC.

MINERADORES CHINESES

A mineração de Bitcoin exige uma quantidade cada vez maior de energia. As maiores operações de mineração do mundo buscaram países onde o custo da energia é relativamente baixo. Apesar das recentes proibições no país, a China permanece sendo o polo mundial de mineração justamente devido ao baixo custo da eletricidade. Apenas a Rússia parece compartilhar do interesse de promover o desenvolvimento dessa indústria. A empresa chinesa BitMain é uma das maiores empresas de mineração do mundo, e a principal fabricante de equipamentos para a atividade.

Analistas da Samsung Securities comentaram:

“Enquanto a Samsung pode procurar aumentar sua receita através do fornecimento de chips ASIC, a quantidade de fundições no setor de semicondutores não é grande. Portanto, podemos antecipar que [o mercado] não será fácil.”

O aumento na competitividade no nicho de equipamentos de mineração poderá resultar em uma queda nos preços. A BitMain lidera disparada no setor, ameaçada talvez apenas pela Halong Mining, e quem sabe no futuro pela GMO. A entrada da Samsung no segmento é uma ótima notícia para mineradores e fabricantes de placas gráficas.

 


Você gostou deste conteúdo?

Recomende ele para que mais pessoas o leiam!
Ajude o nosso site cedendo um pouco de poder de processamento!


Loading...

Faça uma doação via bitcoin:

bitcoin-image Samsung Produzirá Equipamentos de Mineração de Criptomoedas
bitcoin-image Samsung Produzirá Equipamentos de Mineração de Criptomoedas

Por favor, doe para o endereço Bitcoin: [[address]]

Donation of [[value]] BTC Received. Thank You.
[[error]]


Ou via Nano:

bitcoin-image Samsung Produzirá Equipamentos de Mineração de Criptomoedas
bitcoin-image Samsung Produzirá Equipamentos de Mineração de Criptomoedas

Por favor, doe para o endereço Raiblocks: [[address]]

bitcoin-image Samsung Produzirá Equipamentos de Mineração de Criptomoedas
Donation of [[value]] BTC Received. Thank You.
[[error]]


Aproveite também para nos seguir nas redes sociais:


Nos siga no Twitter | Facebook