O estado não dorme no ponro quando o assunto é estender seus tentáculos sobre o avanço das criptomoedas. E agora a mais nova iniciativa de regulamentação das moedas digitais partiu de Cingapura.

O banco central de Cingapura está “avaliando” regras adicionais de controle sobre criptomoedas para proteger (supostamente) os investidores, conforme revelou um funcionário.

A Autoridade Monetária de Cingapura (MAS), o banco central da cidade-estado, está analisando novas regulações, além de sua estrutura regulatória, às quais as exchanges de criptomoedas e os provedores de serviços estão atualmente aderindo. As novas regras direcionam-se especificamente à proteção dos investidores, disse o vice-diretor executivo da Supervisão Financeira do MAS em discurso.

Enquanto o MAS não regular as criptomoedas diretamente, a autoridade exigirá que os intermediários de criptomoedas, como exchanges e operadores de remessas, respeitem as regras do combate à lavagem de dinheiro/combate ao financiamento do terrorismo (AML/CFC).

“As moedas virtuais surgiram há cerca de 10 anos. Desde então, observamos um aumento no número de ofertas iniciais de moeda (ou token) em Cingapura “, disse o regulador financeiro. “Tal como acontece com a maioria dos reguladores financeiros, o MAS não regula as moedas virtuais. Mas regulamos as atividades que envolvem moedas virtuais, se estas representam riscos específicos.

O funcionário do banco central acrescentou:

Estamos avaliando se são necessárias regulamentações adicionais para a proteção do investidor”.

As observações sugerem que o centro asiático avançado de tecnologia está buscando um quadro regulatório mais robusto para o setor doméstico de criptomoedas, que tem crescido notavelmente nos últimos anos junto aos mercados globais de cripto.

Em fevereiro, o vice-primeiro ministro e ministro de Cingapura, responsável pelo banco central, Tharman Shanmugaratnam, destacou, durante uma sessão legislativa, que, ao estudar de perto as criptomoedas, o banco central não vê nenhuma razão para seguir os passos da China no sentido de proibi-las.

Enquanto o banco central advertiu anteriormente os residentes que participaram de investimentos em criptomoedas em um momento em que o preço do Bitcoin atingiu um máximo histórico de US $ 20.000 em dezembro, o vice primeiro ministro já afirmou que o dólar de Cingapura e as criptomoedas como o Bitcoin verão o mesmo controle sob as leis AML/CFT.

O MAS também está avançando com a regulamentação para serviços de pagamento de varejo, incluindo intermediários de criptomoedas, sob a regulamentação da Lei de Serviços de Pagamento a ser revisada em algum momento este ano.

Em suma, mais uma vez o lobo se escondendo sob a pele de cordeiro, o estado oferecendo “proteção” em troca de controle.


Você gostou deste conteúdo?

Recomende ele para que mais pessoas o leiam!
Ajude o nosso site cedendo um pouco de poder de processamento!


Loading...

Faça uma doação via bitcoin:

bitcoin-image Mais Tentativas de Regulação das Criptomoedas - Agora em Cingapura
bitcoin-image Mais Tentativas de Regulação das Criptomoedas - Agora em Cingapura

Por favor, doe para o endereço Bitcoin: [[address]]

Donation of [[value]] BTC Received. Thank You.
[[error]]


Ou via Nano:

bitcoin-image Mais Tentativas de Regulação das Criptomoedas - Agora em Cingapura
bitcoin-image Mais Tentativas de Regulação das Criptomoedas - Agora em Cingapura

Por favor, doe para o endereço Raiblocks: [[address]]

bitcoin-image Mais Tentativas de Regulação das Criptomoedas - Agora em Cingapura
Donation of [[value]] BTC Received. Thank You.
[[error]]


Aproveite também para nos seguir nas redes sociais:


Nos siga no Twitter | Facebook