Ministros de finanças e governadores dos bancos centrais das 19 maiores economias do mundo mais a União Europeia, vão se encontrar nessa terça-feira dia 20 de março de 2018, na cúpula do G20 em Buenos Aires – Argentina; para discutir as guerras comerciais protecionistas e as criptomoedas.

Comentários que tangem as criptomoedas e que chegam na véspera da reunião, dizem que elas não representam um risco para a estabilidade financeira global.

Confira os preparatórios para a reunião de abertura oficial, que começa nesse dia 20 de março:

 

Em uma carta publicada no domingo, dia 18 de março , o presidente do Conselho de Estabilidade Financeira, Mark Carney, que também lidera o Banco da Inglaterra, disse que a organização não vê as criptomoedas como uma ameaça – pelo menos nesta conjuntura.

Carney escreveu:

“A avaliação inicial do FSB é que os ativos criptográficos não representam riscos para a estabilidade financeira global neste momento. Isso é em parte porque eles são pequenos em relação ao sistema financeiro”.

“Mesmo no seu recente pico, o seu valor de mercado global (criptomoedas) combinado, foi inferior a 1% do PIB global”, continuou ele. “Em comparação, antes da crise financeira global (em 2008), o valor nocional dos swaps de inadimplência de crédito era 100% do PIB global.

“Seu tamanho pequeno e o fato de que eles não são substitutos da moeda fiat e com uso muito limitado para a economia real e transações financeiras, significou que as ligações com o resto do sistema financeiro são limitadas”.

Embora a nota esteja em linha com os comentários anteriores de Carney sobre o impacto limitado de criptomoedas no sistema financeiro global, a carta oferece uma janela onde as discussões em torno desta área podem se dirigir para a reunião do  G20 nesta semana. Conforme relatado anteriormente, funcionários do governo se reunirão segunda-feira e terça-feira, em parte, para conversar sobre cripto-ativos, um item da agenda que foi considerada “muito importante” em uma tentativa de alcançar uma “resposta comum” à regulamentação dos ICOs e criptomoedas.

Conforme reconhecido na carta de Carney, vários países com a França, o Japão e os EUA, pediram uma resposta unificada à especulação em torno da regulação das criptomoedas. Mais recentemente, funcionários japoneses alegadamente expressaram interesse em esforços conjuntos em torno da solução do problema que é o branqueamento de capitais (lavagem de dinheiro).

De fato, alguns dos que pedem ação, também parecem compartilhar a avaliação de Carney. Conforme relatado anteriormente, o secretário do Tesouro dos EUA, Steve Mnuchin – que apoia uma abordagem internacional da regulamentação – disse no passado que não vê criptomoedas como uma ameaça para a estabilidade financeira global.

O que você acha sobre essa reunião de poderosos reguladores?

Deixe a sua opinião nos comentários abaixo.


Você gostou deste conteúdo?

Recomende ele para que mais pessoas o leiam!
Ajude o nosso site cedendo um pouco de poder de processamento!


Loading...

Faça uma doação via bitcoin:

bitcoin-image Guerra comercial e Criptomoedas pautam primeiro encontro do G20 na América Latina
bitcoin-image Guerra comercial e Criptomoedas pautam primeiro encontro do G20 na América Latina

Por favor, doe para o endereço Bitcoin: [[address]]

Donation of [[value]] BTC Received. Thank You.
[[error]]


Ou via Nano:

bitcoin-image Guerra comercial e Criptomoedas pautam primeiro encontro do G20 na América Latina
bitcoin-image Guerra comercial e Criptomoedas pautam primeiro encontro do G20 na América Latina

Por favor, doe para o endereço Raiblocks: [[address]]

bitcoin-image Guerra comercial e Criptomoedas pautam primeiro encontro do G20 na América Latina
Donation of [[value]] BTC Received. Thank You.
[[error]]


Aproveite também para nos seguir nas redes sociais:


Nos siga no Twitter | Facebook