Cansado de corretoras centralizadas, travamentos e ataques DDoS?

Bitcoin é um sistema de pagamento resistente à censura, porque evita a dependência de terceiros confiáveis, como bancos e governos.

Atualmente, o processo de aquisição do Bitcoin não segue os mesmos princípios devido à falta de uma solução totalmente descentralizada. As pessoas utilizam corretoras (exchanges) que na grande maioria das vezes, são centralizadas e ficam expostas à ataques e a travamentos. A Bisq pretende substituir e preencher essa lacuna oferecendo uma solução que pode quebrar esse paradigma.

O que é Bisq?

O Bisq é um aplicativo desktop, ponto-a-ponto e de código aberto que permite que qualquer pessoa do mundo compre e venda Bitcoin em troca de moedas fiat ou criptomoedas em uma plataforma totalmente aberta e segura.

Ao contrário das casas de câmbio online existentes, Bisq é totalmente descentralizada e resistente à ataques DDoS e censura, utilizando mecanismos de proteção alternativos:
  1. Transação de custódia (escrow) empregando o protocolo “2-de-3” das carteiras multi-assinadas.
  2. Depósitos de segurança para incentivar o segmento do protocolo de negócios.
  3. Um sistema de arbitragem descentralizado ajuda a resolver disputas e conflitos.

 

app-layers1-300x173 Conheça Bisq, rede de trocas P2P à prova de censura.

A Bisq protege a privacidade do usuário usando uma rede P2P (de pessoa para pessoa) personalizada sobre a rede Tor, na qual cada usuário é um nodo participante. Uma aplicação de desktop tudo-em-um (para Linux, OS X e Windows) que fornece uma interface de usuário intuitiva e executa o protocolo de negociação de forma confiável

Bisq é única, pois permite que você comece a negociar em menos de 10 minutos:

  1. Baixe o aplicativo ou copie-o a partir do código fonte.
  2. Adicione suas contas de moedas fiat ou suas criptomoedas.
  3. Crie uma nova oferta ou liquide uma já existente.
  4. Siga a interface do usuário para finalizar o comércio.

Valores fundamentais

Há uma variedade de corretoras de Bitcoins lá fora, mas todos elas estão operando de forma tradicional, onde o usuário precisa confiar em um sistema centralizado, e tem que deixar seus fundos expostos aos donos dessas exchanges. Muitas vezes, seus dados privados de certa forma ficam expostos. A vulnerabilidade de tais modelos foi demonstrada várias vezes – mais notavelmente pelo MT. GOX, sistema de corretagem descentralizado que ocasionou um crash no preço do Bitcoin em 2013. Mas o roubo e os hacks ao servidor não são o único problema: os intercâmbios centralizados são vulneráveis ​​ao rastreamento de moedas em uma escala maciça, o que é uma violação séria para a privacidade dos usuários. Basta um fiscal com um mandato querer auditar uma corretora e querer ver o histórico de transações de um indivíduo, que a sua privacidade já foi violada.

O ponto-chave da descentralização é justamente a procura pela falta de pontos únicos de falha que podem acontecer em redes centralizadas, como controle ou censura. A Bisq detém esses valores em todos os aspectos no projeto:

  1. Rede de Infraestrutura (rede P2P – não há servidores)
  2. Nunca fica com os fundos do usuário (nem bitcoins, nem altcoins, nem fiat)
  3. Nunca fica com os dados do usuário (nenhum registro de conta)
  4. O software é desenvolvido por código aberto, não há companhia controladora.
  5. Nenhuma pessoa tem influência sobre os desenvolvedores, já que o projeto é autofinanciado e em parte através de doações.

Além disso, a Bisq considera a privacidade como um direito humano fundamental que precisa ser protegido na medida do possível.

Ao contrário das trocas tradicionais on-line, Bisq foi projetado para ser:

  1. Instantaneamente acessível – não há necessidade de registro ou aprovação de uma autoridade central.
  2. Descentralizado – não existe um único ponto de falha. O sistema é peer-to-peer e o comércio não pode ser interrompido ou censurado.
  3. Seguro – Bisq nunca detém seus fundos. O sistema de arbitragem é descentralizado e os depósitos de segurança protegem os comerciantes.
  4. Privado – ninguém, exceto os parceiros comerciais, troca dados de identificação pessoal. Todos os dados pessoais são armazenados localmente.
  5. Aberto – todos os aspectos do projeto são transparentes. O código é totalmente aberto ao público.
  6. Fácil – os desenvolvedores levam a usabilidade a sério.
  7. A rede P2P opera sob a rede Tor (usando serviços de encaminhamento do Tor).
  8. Todos os dados privados enviados através da rede possuem criptografia de ponta-a-ponta.
  9. Não existe acesso privilegiado a qualquer dado (os dados públicos são públicos para todos, dados privados são apenas acessíveis aos usuários)

Comparação com projetos similares

Pode-se descrever Bisq como uma versão totalmente descentralizada do LocalBitcoins, onde:

  1. Não existe um servidor central para coletar dados de usuários.
  2. Não existem servidores para atrair ataques DDoS de adversários ou até governos.
  3. Não é necessária confiança no provedor de serviços (Bisq).
  4. Os usuários possuem propriedade exclusiva de seus fundos.
  5. Os usuários não dependem de um sistema de reputação, que pode ser totalmente manipulado nos sistemas convencionais.

Bisq assemelha-se a outros projetos descentralizados, como o OpenBazaar ou Bitmarkets, que empregam mecanismos de proteção similares. No entanto, esses projetos se comportam como mercados de estilo Ebay em vez de (cripto-) trocas de moeda.

Junte-se à comunidade

Bisq está sempre à procura de desenvolvedores altamente qualificados, designers e especialistas em segurança para se juntar a comunidade. Se você está interessado em ajudar a fazer Bisq uma realidade, há muitas maneiras de contribuir. O  roteiro da plataforma fornece uma visão geral dos recursos e marcos de alto nível no caminho para Bisq v1.0.

Mantenha-se atualizado

Inscreva-se no boletim informativo Bisq para que você nunca perca uma atualização importante! Ao contrário da lista de correio Bisq, que pode ver maiores volumes de mensagens, a newsletter é reservada para anúncios importantes, como quando lançarem novos marcos. Claro, você pode se desinscrever a qualquer momento.

 


Você gostou deste conteúdo?

Recomende ele para que mais pessoas o leiam!
Ajude o nosso site cedendo um pouco de poder de processamento!


Loading...

Faça uma doação via bitcoin:

app-layers1-300x173 Conheça Bisq, rede de trocas P2P à prova de censura.
app-layers1-300x173 Conheça Bisq, rede de trocas P2P à prova de censura.

Por favor, doe para o endereço Bitcoin: [[address]]

Donation of [[value]] BTC Received. Thank You.
[[error]]


Ou via Nano:

app-layers1-300x173 Conheça Bisq, rede de trocas P2P à prova de censura.
app-layers1-300x173 Conheça Bisq, rede de trocas P2P à prova de censura.

Por favor, doe para o endereço Raiblocks: [[address]]

app-layers1-300x173 Conheça Bisq, rede de trocas P2P à prova de censura.
Donation of [[value]] BTC Received. Thank You.
[[error]]


Aproveite também para nos seguir nas redes sociais:


Nos siga no Twitter | Facebook