Briga de Gigantes: Bitcoin vs Bitcoin Cash.

Como um fork do Bitcoin (BTC), conhecido como Bitcoin Cash (BCH) subiu mais de 30% só neste dia 23/11/2017, somado com uma baixa, grande parte ou até talvez quase todos os traders e holders chegaram a mesma questão: será que o Bitcoin Cash passará Bitcoin em termos de preço, valor, marketcap e adoção em massa?

Ou será que isso é só uma marolinha?

Vejamos quais são as posições e as divergências entre os dois, para entender melhor onde é que eles diferem e porque é que eles diferem.

Na visão de muitos, a concorrência entre Bitcoin e Bitcoin Cash é um ganho líquido para a indústria como um todo, porque estimula a competição.

Não é questão de quem vai ser o predominante, é questão de que a concorrência pode ser boa para o mercado, levando em conta que cada pessoa individualmente possui demandas diferentes por soluções diferentes.

Vejamos quais são as soluções para a escalabilidade no Bitcoin e No Bitcoin Cash:

Diferenças nas Prioridades:

No fim das contas, os dois são mais parecidos do que diferentes, mas a maior divergência entre o Bitcoin (BTC) e Bitcoin Cash (BCH) se resume a tabela de comparação das prioridades que cada uma oferece.

Em sua concepção inicial, o Bitcoin foi feito por design (pela comunidade Bitcoin), para ser uma ferramenta que é focada em oferecer um asset descentralizado, que permaneça numa rede pública, sem pré-requisitos, anti-censura, e auditável por qualquer indivíduo do mundo, porque é open-source. Os pagamentos rápidos e baratos, sempre foram uma prioridade secundária.

Em contraste, a comunidade do BCH é focada na ideia que devemos em primeiro lugar, permitir pagamentos mais rápidos e baratos pela rede Blockchain. A comunidade do BCH acredita que, ao se concentrar nessas características, o BCH irá a longo do tempo, captar mais pessoas, e essa adoção irá aumentar paulatinamente, o que promoverá uma consequente descentralização de prioridade secundária.

Para ser claro, ambas as comunidades também querem o recurso secundário do outro campo: a comunidade BTC também quer pagamentos rápidos e baratos assim como a comunidade BCH – mas não arriscar a descentralização da rede Bitcoin, deixando ela na mão de grandes mineradores chineses.

Da mesma forma, o Bitcoin Cash também quer manter a descentralização – mas acredita que esta é uma reação de causa-efeito de segunda ordem, já que uma rede amplamente adotada, permite pagamentos rápidos e baratos.

A diferença de tudo isso, se resume a uma ordem de operações: qual prioridade vem primeiro? Bom, é você investidor que deve fazer essa decisão por si mesmo!

As pessoas querem usar o Bitcoin como moeda e meio de troca porque elas podem fazer pagamentos rápidos e baratos ou elas querem usá-lo como uma reserva de valor, porque é uma espécie de ouro digital escasso?

Na minha opinião, as duas tem suas vantagens. Bitcoin Cash poderia ser como a conta corrente do seu banco, onde você a usa para fazer transações do dia-a-dia com rapidez, e o Bitcoin Core, como uma reserva de valor e um investimento de longo prazo. Ainda mais se os atomic-swaps começarem a ser usados para a troca dessas moedas, o que faria com que elas ficassem mais dinâmicas.

No fim das contas, é um problema do “ovo ou a galinha” que ninguém pode dizer com certeza e clareza qual deve ser o primeiro ou predominante, ou qual é o caminho correto – este é um novo paradigma a ser quebrado. Usuários iniciantes, intermediários e até avançados podem discordar de qual abordagem é melhor para resolver o problema da escalabilidade.

Minha visão: vejo mais valor e potencial na abordagem do Bitcoin do que na do Bitcoin Cash

Minha visão é que a abordagem do Bitcoin (BTC), que enfatiza a proposição da manutenção de uma rede pública, descentralizada e sem a possibilidade de ser altamente censurável por um grupo aleatório de mineradores que levam vantagem em cima do tamanho dos blocos e de mineradores mais fracos, será mais valiosa. Esta é a incrível inovação que o Bitcoin trouxe para o mundo: a descentralização e a característica anti-manipulativa.

Muito semelhante a forma como a Internet permite uma rede de informações pública, sem pré-requisitos e altamente incensurável, o Bitcoin é uma revolução digital mais impactante ainda, na medida em que se introduziu no mundo financeiro, que é uma das, se não a principal base de diversas sociedades.

Em contraste, o mundo tem muitas opções de pagamentos rápidos e baratos. As pessoas raramente se queixam da velocidade ou do custo de transação de seu cartão de crédito  – não é apenas um grande problema do mundo desenvolvido de hoje.

Na minha opinião, as características do Bitcoin como público e auditável (qualquer pessoa pode usar e revisar seu código), sem pré-requisitos (qualquer um pode fazer um fork), altamente resistente a censura (ninguém pode bloquear suas transações), e uma forma de dinheiro totalmente independente e auto-custodiadora, provêm justamente da sua arquitetura descentralizada.

Se o Bitcoin perder sua descentralização, vai ser apenas uma forma comum ou mais cara de se transacionar dinheiro com instituições centralizadas.

Um erro: competir com o PayPal para pagamentos rápidos e baratos na cadeia

A comunidade Bitcoin Cash gostaria de competir com instituições centralizadas, como o PayPal, para oferecer pagamentos mais rápidos e mais baratos. Em última análise, vejo isso como um caminho destinado ao fracasso, pelas razões abaixo.

Arquitetura

Primeiro e, o mais importante, precisamos considerar a arquitetura subjacente de uma rede descentralizada como a o Bitcoin Cash vs uma rede centralizada como a do PayPal. Ambos são essencialmente apenas bancos de dados.

Quando Bob paga Carol, o PayPal simplesmente atualiza seu banco de dados – é rápido e barato para o PayPal fazer essa atualização do banco de dados, e sincronizar com as carteiras virtuais de seus clientes. Em contraste, pelo design, a Blockchain do Bitcoin Cash deve processar e notificar milhares de nodos (“bases de dados”) em todo o mundo, para que aguardem que todos sincronizem essas informações, e em seguida, todos esses nodos armazenem essa transação no registro de transações.

Do ponto de vista da arquitetura fundamental para uma rede rápida, é claro que o PayPal tem uma vantagem para processar pagamentos de forma mais rápida e econômica – e para simplificar, sempre será mais fácil atualizar um banco de dados centralizado (PayPal) do que atualizar milhares de bases de dados diferentes em todo o mundo (Bitcoin Cash) e pedindo para cada uma armazenar a transação.

Em segundo lugar, há uma demanda ilimitada por transações baratas. Para o Bitcoin Cash (e Bitcoin) processarem um pagamento na cadeia, o pagamento deve ser incluído em um bloco. Há espaço limitado em cada bloco para transações, portanto, cada transação paga uma taxa a ser incluída. Em troca da taxa, a transação é armazenada em milhares de nodos no mundo.

Existe um custo real associado ao processamento e ao armazenamento dessas transações e as pessoas que querem que sua transação sejam processadas e armazenadas por milhares de nodos devem estar preparadas para pagar esse recurso – afinal, não existe almoço grátis. Mas é exatamente isso que o Bitcoin Cash espera oferecer: um almoço gratuito (ou artificialmente barato) com centralização da rede pelos mineradores chineses.

É claro que toda a comunidade Bitcoin gostaria de baixar artificialmente o preço para processar uma transação…

A minha preocupação com esta abordagem é que o aumento da capacidade do bloco será consumido tão rápido quanto possível, de modo que, em breve, acabaremos eventualmente com custos de transação mais altos de qualquer maneira… O aumento do bloco vai ter que ser feito paulatinamente, até que a rede fique tão centralizada na mão dos mineradores que são os únicos que tem a capacidade de processá-los, que não vai mais compensar utilizar a criptomoeda.  Ainda pior, no processo, a rede não conseguirá compensar adequadamente as pessoas que suportam a rede executando nodos e processando transações.

Se essas partes não forem adequadamente compensadas, elas não executarão nodos na rede, e o Bitcoin perderá sua descentralização característica fundamental.

Em vez disso, neste cenário, o Bitcoin Cash se transforma em uma rede centralizada com apenas alguns mega-mineradores que processam todas as transações, roubando o lanche dos pequenos mineradores – se assim for, estamos de volta ao PayPal ou a qualquer instituição financeira centralizada e perdemos o que era novo sobre o Bitcoin: a sua descentralização.

Em vez de uma rede pública, que permite transações resistentes a censura e manipulação, voltamos a um modelo dos “gatekeepers” que decidem quem participa quando e de que forma. Isso não parece novo, interessante ou disruptivo – é o que já temos no sistema bancário atual.

© BitProfit – Todos os direitos reservados | Desenvolvido por Israel Finardi

 


Você gostou deste conteúdo?

Recomende ele para que mais pessoas o leiam!
Ajude o nosso site cedendo um pouco de poder de processamento!


Loading...

Faça uma doação via bitcoin:

bitcoin-image Bitcoin vs. Bitcoin Cash: prioridades diferentes e competição saudável.
bitcoin-image Bitcoin vs. Bitcoin Cash: prioridades diferentes e competição saudável.

Por favor, doe para o endereço Bitcoin: [[address]]

Donation of [[value]] BTC Received. Thank You.
[[error]]


Ou via Nano:

bitcoin-image Bitcoin vs. Bitcoin Cash: prioridades diferentes e competição saudável.
bitcoin-image Bitcoin vs. Bitcoin Cash: prioridades diferentes e competição saudável.

Por favor, doe para o endereço Raiblocks: [[address]]

bitcoin-image Bitcoin vs. Bitcoin Cash: prioridades diferentes e competição saudável.
Donation of [[value]] BTC Received. Thank You.
[[error]]


Aproveite também para nos seguir nas redes sociais:


Nos siga no Twitter | Facebook