Bitcoin é como dinheiro físico:

Não é reversível e você é responsável por guardar. Se você perder sua carteira, você perde seu dinheiro. Você pode dar bitcoins pra alguém que guarde por você, mas será como qualquer outro banco: você terá que confiar que eles não fugirão com seu dinheiro.

Bitcoin não é como dinheiro físico:

Você pode guardar o quanto quiser e não tomará nenhum espaço. Você pode enviar pra qualquer um de qualquer lugar do mundo. É impossível falsificar. Você não pode mandar em um segundo: pra garantir que a transação aconteceu, você deve esperar de 10–15 minutos para que a prova criptográfica seja produzida pela rede. Em contrapartida, para pequenos pagamentos feitos pessoalmente você pode as vezes aceitar pagamentos com zero confirmações com relativamente pouco risco da transação ser cancelada.

Bitcoin é como ouro:

Não pode ser produzido à vontade, existe uma quantidade limitada de unidades e elas estão espalhadas no espaço-tempo (principalmente tempo). Para conseguir alguns bitcoins alguém tem que te passá-los, ou você pode minerá-los. Como ouro, Bitcoin é brilhante: ele atrai pessoas por sua bela engenharia, linguagem de programação de contrato embutida, incentivos inteligentes, e uma promessa libertária de liberdade de coerção.

Bitcoin não é como ouro:

A oferta de Bitcoin é completamente fixada pelo cronograma da mineração (somente um certo tanto de bitcoins são criados por hora). Você tem uma garantia de que ninguém vai inesperadamente encontrar uma nova mina de BitOuro ou minerar de um asteróide. Diferente do ouro, a dificuldade de mineração é ajustada aos esforços dos mineradores para manter o cronograma fixo. Você pode desenterrar todo o ouro em um dia, mas nunca será possível com Bitcoin, não importa o quão rápido os computadores venham a ser. Crescentes aumentos nos esforços pra minerar só podem dobrar o cronograma levemente (a rede ajusta sua dificuldade para produzir 6 blocos por hora, mas se a rede crescer constantemente pode produzir 7–8 blocos por hora).

Bitcoin é como banco:

Existem computadores, o banco de dados e as transações. O banco de dados armazena todo o histórico de saída e entrada de pagamentos: quem mandou quanto pra quem. Tudo é digital. Não há cofres com ouro ou caixas de depósito pessoais, apenas registros em um único livro-razão.

Bitcoin não é como banco:

Todos podem verificar a integridade do livro-razão. Não há um único gerente encarregado de atualizar o livro-razão e garantir que não foi adulterado. Qualquer pessoa pode ter quantas contas quiser e todas as contas são anônimas (você pode se identificar se quiser). O livro-razão não guarda nomes, apenas saldos e número das contas. Não há possibilidade de “reserva fracionária” quando os bancos emprestam mais dinheiro do que realmente tem. Na verdade, não há dívidas no livro razão do Bitcoin: ou você tem o dinheiro no seu endereço e é inteiramente seu, ou você não tem e você não pode usar de maneira nenhuma. O Bitcoin também permite que você prenda dinheiro em “contratos”: quebra-cabeças criptográficos feitos pra dividir o poder de decisão entre mais de uma pessoa ou através do tempo.

Bitcoin é como dinheiro de Monopoly:

São tokens abstratos que não reivindicam nenhum valor. As pessoas dão valor a eles porque escolhem jogar o jogo. Na verdade, o mesmo é verdadeiro para ouro ou qualquer outro dinheiro.

Bitcoin não é como dinheiro de Monopoly:

Existe uma oferta limitada de tokens e ninguém consegue falsificá-los. Isso os torna um bom candidato a ser um colecionável universalmente reconhecido como moedas de ouro ou prata.

Bitcoin é como Git:

Em Git (uma versão distribuída de sistema de controle) todas as suas mudanças são organizadas em uma corrente protegida por hashes criptográficos. Se você confia no último hash, você pode conseguir todas as informações prévias (ou qualquer parte dela) de qualquer fonte e ainda verificar que é o que você espera. Similarmente, no Bitcoin, todas as transações são organizadas em uma corrente (a blockchain) e uma vez validada, não importa onde esteja guardada, você pode sempre confiar em qualquer pedaço da blockchain checando a corrente de hashes que conectam ao hash que você já confia. Isso naturalmente permite armazenamento distribuído e fácil verificação de integridade.

Bitcoin não é como Git:

De uma forma que todos almejam trabalhar em uma mesma ramificação. Em Git todos podem ter várias ramificações e bifurcá-los e fundí-los o dia todo. Em Bitcoin não se pode “unir” bifurcações. A Blockchain é na verdade uma árvore de históricos de transações, mas sempre haverá o maior galho (onde contém o valor) e alguns acidentais mini-galhos (não mais que um ou dois blocos de comprimento) que não tem valor nenhum. Em Git conteúdo importa (independente do galho), em Bitcoin consenso importa (independente do conteúdo).

Bitcoin é como Bittorrent:

A rede é totalmente descentralizada, não há uma única “origem” ou “banco”. A blockchain é como um único arquivo no bittorrent: criptograficamente autenticado e compartilhado por vários computadores. Cada participante, incluindo mineradores agem pelos mesmos termos de igual para igual. Se uma parte da rede é rompida, transações podem fluir pelas outras partes. Mesmo se toda a rede for desligada, a informação sobre as transações ainda está guardada em milhares de computadores independentes e nenhum dinheiro é perdido. Quando as pessoas se conectarem novamente, elas podem continuar transacionando como se nada tivesse acontecido. Tanto Bitcoin quanto Bittorrent podem sobreviver uma guerra nuclear porque informação não se torna radioativa e pode ser replicada de forma segura.

Bitcoin não é como Bittorrent:

Em vez de inúmeros “arquivos” independentes, há apenas um arquivo que sempre cresce: a blockchain. E também, os mais importantes participantes: mineradores estão realmente sendo recompensados pelo trabalho realizado com dinheiro de verdade.

Bitcoin é como liberdade de expressão:

Cada transação é uma pequena mensagem pública que pode ser pronunciada não importa onde ou como. Se alguns mineradores ouvirem, eles a adicionarão na blockchain e aquela mensagem estará pra sempre no histórico. Todos poderão vê-la e ninguém poderá apagá-la.

Bitcoin não é como liberdade de expressão:

Dizer algo vem com um custo. Transações movem moedas que você precisa ter pra começar. Então não é qualquer mané que é permitido fazer barulho, só aqueles que tiveram o mérito de adquirir algumas moedas em primeiro lugar. E também, mineradores podem rejeitar uma transação se for spam ou não conter taxas suficientes. Então ninguém provê a ninguém liberdade de graça, mas todos tentam cooperar voluntariamente.

Bitcoin é como dinheiro mágico na internet:

Simplesmente é.

Texto original: http://blog.oleganza.com/post/85111558553/bitcoin-is-like


Você gostou deste conteúdo?

Recomende ele para que mais pessoas o leiam!
Ajude o nosso site cedendo um pouco de poder de processamento!


Loading...

Faça uma doação via bitcoin:

bitcoin-image Bitcoin é como...
bitcoin-image Bitcoin é como...

Por favor, doe para o endereço Bitcoin: [[address]]

Donation of [[value]] BTC Received. Thank You.
[[error]]


Ou via Nano:

bitcoin-image Bitcoin é como...
bitcoin-image Bitcoin é como...

Por favor, doe para o endereço Raiblocks: [[address]]

bitcoin-image Bitcoin é como...
Donation of [[value]] BTC Received. Thank You.
[[error]]


Aproveite também para nos seguir nas redes sociais:


Nos siga no Twitter | Facebook